Você tem a cabeça coberta ou descoberta?


I Cor 11:4

” Todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça.”

Quero compartilhar com vocês este texto, analisando-o frase a frase. Peço a atenção de vocês, pois o que nesse verso há, é algo que requer um coração aberto para receber, se você estiver preso a conceitos ou doutrinas de homens terá dificuldade em compreender o que o Espírito nos traz neste verso.

” Todo homem…”

Neste verso, a palavra de Deus se refere ao homem não como o homem macho, do sexo maxculino, mas sim o SER CRIADO por Deus, tanto no gênero masculino quanto no gênero feminino, ambos, homem e mulher, macho e fêmea estão incluidos nessa citação. Em Genesis 1:27 o Senhor diz: ” Assim Criou Deus o homem à sua imagem ; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou”.

Apesar de no verso 5 de I Cor. 11 , a palavra se referir a mulher, ali também ocorre  o mesmo, não se trata  da mulher do sexo feminino mas da mulher corporativa, a mulher ‘ Igreja ‘ . Portanto quando a palavra se refere ao homem, no verso 4 , temos ali todos  os indivíduos da igreja.

“…que ora ou profetiza…”

Analisando primeiramente aquele que profetiza, vamos encontrar a definição: Aquele que traz a mensagem de Deus; aquele que é porta-voz das ordens de Deus. Assim sendo temos no profeta um instrumento de Deus que é utilizado pelo Senhor quando bem Ele, o Senhor, quer. As mensagens  proféticas tinham e tem até hoje caráter de orientação; de ordenança; de livramento; e de renovação de fé e esperança, todos esses sentidos jamais foram usados em benefício do profeta, mas pelo profeta àquele a quem o senhor ordenou.

Assim sendo o profeta não serve a sí mesmo, mas àqueles a quem ele é enviado.

Voltando ao verso 4, observamos ali as palavras: ” que ora ou prefetiza…”,  já sabemos que, o que profetiza não o faz para sí mesmo mas para outrem, a conjunção alternativa “ou” coloca aquele que ora na mesma condição daquele que profetiza, ou seja, também quando ora , não o faz por sí mesmo, mas intercede por outra pessoa. Tanto  o que ora quanto o que profetiza, aqui neste verso, são aqueles que o fazem pelos outros e não por sí mesmos. Estes que intercedem a Deus, de  Deus trazem a direção a ser seguida pelos outros.

“.. tendo a cabeça coberta…”

Em Jr 14:3  diz: ” Os seus mais nobres mandam os seus servos buscar água; vêm as cisternas mas não acham água.Voltam com os seus cântaros vazios; envergonhados e desesperados, cobrem a cabeça”.

Os servos tinham ganho uma ordem de irem buscar água, indo eles, até conseguiram ver os poços mas não viram a água; de cântaros vazios, voltaram decepcionados por não terem tido sucesso no cumprimento da ordem recebida; como sinal de que não honraram a missão recebida pelos seus senhores, cobriram a cabeça.

 

Cântaro vazio = vida sem Cristo.

 

O cobrir a cabeça que a Bíblia nos fala, era um sinal de incapacidade, de frustração e de desonra. Quando os servos voltaram com os cântaros vazios. sabiam que suas imagens e conceitos perante os seus senhores caíriam em descrédito.

Em II Samuel 15:30, também vemos o rei Davi, triste, chorando e de cabeça coberta. Espiritualmente hoje, as pessoas vão buscar água da vida, mas chegando elas as cisternas ( igreja) não conseguem ver a água (Cristo) que há lá, mas antes distraem seus corações e sua visão olhando para outros pontos que cercam  as cisternas e não conseguem ver Cristo. Aí confusos e atrapalhados, desistem e voltam sem a ação da palavra de Deus em suas vidas espirituais. Se esses estão com suas vidas espirituais vazias, como poderão orar ou profetizar?

O Senhor toma para sí  vasos de honra. Em II Tim 2:21 diz: ” De sorte que se alguém se purificar dessas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor e preparado para toda a boa obra”. O cântaro é a vida espiritual de cada servo, se nele não estiver a água da vida que é Cristo Jesus, nele não haverá honra, pois é através de Cristo que somos honrados. Em Jo 12:26  diz: “Aquele que me serve deve seguir-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E se alguém me servir, meu Pai o honrará”.

“…desonra a sua própria cabeça”.

aquele que está com  o seu cântaro vazio, está com a cabeça coberta. Essa informação é espiritual, não despreze isto, naquele em quem não estiver a palavra da vida, a vida de  cristo; então tudo o que fizer, mesmo que seja para a obra de Cristo, não terá Dele aprovação; pelo o que este orar, Deus não o ouvirá; e  o que este profetizar será como falsa profecia.

Portanto ter a cabeça coberta, é ter algo do que se envergonhar, na verdade, são aquelas coisas que falamos , fazemos, pensamos , em que nelas de forma nenhuma há a expressão de Cristo. Analise seu coração hoje e peça ao Espírito do Senhor para revelar o que ainda está oculto ao teus olhos sobre coisas que podem te envergonhar e que você ainda não percebeu.

Anúncios

15 Respostas

  1. OI irmao, lemos o texto, uma bencao. Aqui temos ido a algumas reunioes de uns irmaos denominacionais, e eles utilizam veu, as irmas. Vamos meditar mais nas tuas revelacoes.
    Daniela

  2. Glórias ao Sr Deus que se revela em múltiplas formas e sabedoria. A sabedoria do Sr Deus é infinda. Deus de Israel seja exaltado. Amém.

  3. Olá meu irmão!
    Boa interpretação! Uma revelação que serviu de benção para a minha vida!

    Entretanto, como fica a continuação… o versículo 5 (1Co 11:5) que diz:

    “Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.”

    Aplicando essa palavra ao contexto que você apresentou então entende-se que a mulher precisa ter a cabeça coberta, o que significa algo do que se envergonhar… Que bizarro isso, não?

    Gostaria que você comentasse essa questão, se for possível.

    Um grande abraço mano! Que Deus continue te revelando cada vez mais sobre os mistérios dele!!

    • Querido irmão, a graça e a paz de nosso senhor e salvador Jesus Cristo seja contigo.

      Achei muito inteligente e oportuno teu comentário, confesso que até me ri pois a primeira vista, na verdade nos parece assim como você colocou…porém há algo que não pode ser desprezado, a palavra de Deus ela é espiritual, e portanto, o que está escrito precisa de revelação, pois se for levado “preto no branco” , quando lermos aquele versículo que diz que : “se teu olho te escandaliza arranca e lança-o fora ” e fôssemos executar tal coisa, então teríamos milhares de irmãos caolhos na igreja, rssssss, e lógicamente que não é disto que a palavra está a falar …. mas voltando a 1ª Cor
      11:5, para o verso 4 a palavra nos fala do ser humano como indivíduo, tanto homem como mulher, mas no verso 6 a palavra se refere ao ser humano como ” corporação”, já explico: quando a Bíblia fala de mulher precisamos perceber que a palavra de Deus está a falar de Igreja. ( não tome isto por regra, é preciso analisar cada contexto, mas em grande parte dos casos é assim que a palavra de Deus trata a figura da mulher).

      A mulher representa a igreja, analisando mais profundamente, somos espiritualmente todos “mulheres” aos olhos de Cristo, pois Ele mesmo vem buscar sua igreja, sua noiva amada, e com isto, se nós não estivermos inclusos nesta “mulher” corporativa, não iremos com Cristo para suas bodas.

      Quando o verso 5 diz que : ” toda mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra sua própria cabeça….” a palavra começa a introduzir o conceito de SUBMISSÂO e FIDELIDADE.

      Na lei mozaica o cabelo da mulher, era o indicativo de submissão e fidelidade da mulher para com o seu marido, tanto que, se for ver Deuteronômio 21 :10 a 14 , Moisés permitia que os filhos de Israel após a vitória na guerra contra os seus inimigos, caso um deles se afeiçoasse por uma das mulheres do povo contra quem guerrearam, este filho de israel poderia se casar com ela, desde que rapasse todo o cabelo desta mulher e só depois a tomasse por mulher de fato.

      Por que tinham que fazer isto ?

      Porque o cabelo era o sinal de submissão e fidelidade ao marido antigo, morto ou aprisionado em guerra. E se ela viesse a ser de um novo marido tinha que pôr fim na submissão e fidelidade que tinha ao marido antigo.

      Então fica claro que no verso 5 de 1ª Cor. Paulo estava se referindo a este caso. Se a “mulher” (igreja) não tiver a cabeça coberta ao orar e profetizar, é como se tivesse declarado que não possui mais marido, que não tem mais Cristo, que Cristo não é mais o cabeça, por isto a palavra diz que desonra a sua própria cabeça : Cristo.

      Josué, muito mais poderia te escrever, mas ficaria muito extensa esta resposta e talvez até mesmo cansativa, e não é este o meu interesse, esperoa ter esclarecido e acrescentado algo mais nesta resposta.

      Fico muito agradecido pelo teu comentário e faço votos que possamos nos contatar mais vezes.
      Visite sempre o blog, será sempre muito bem vindo. Ajude-me a divulgar este espaço do Palavras de Espírito e Vida , outras almas poderão ser alcançadas por este blog.

      Que a graça , a paz e o amor de Deus seja contigo e os teus amados, Amém.

      • Prezado irmão izidro , PAZ-gostaria de ter o conhecimento que vc tem.
        SOBRE O TEXTO DA MULHER RAPAR O CABELO
        ALGUÉM ME ENSINOU QUE PAULO ESTAVA COMPARANDO A MULHER DE CABELOS RASPADOS COMO UMA MERETRIZ ; TÊM SENTIDO?
        Deus continue te iluminando.

  4. Querido irmão, Izidoro. Shalom!!!
    Fui bastante edificado com a interpretação que O AMIGO (Espírito Santo) lhe proporcionou. Sempre achei haver uma interpretação meio q equivocada qto a essa passagem. Louvo a Deus por sua vida, continue publicando estas mensagens na dependência do AMIGO. DEUS O ABENÇOE!

  5. Prezado irmão, Graça e Paz:
    Fico muito feliz por encontrar mais um irmão, “servo de Deus”, que recebeu abertura da porta da Palavra para o entendimento do Puro e Simples Evangelho de Jesus Cristo. Certamente já é e ainda muito será uma bênção para todos aqueles que compartilham da busca dos mesmos tesouros em Cristo.
    Com referência ao tema proposto, gostaria de lhe fazer uma pergunta, e apresentar um comentário para que o irmão possa ampliar suas considerações sobre o que o SENHOR o tem revelado sobre o assunto.

    1 -Quando o apóstolo Paulo diz: “Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.”(1 Cor 11:5).

    Será que Paulo realmente falava de forma tão espiritual, à uma Igreja local tão problemática?

    1.1 E sendo a expressão “toda a mulher”, uma referência direta à Igreja de Cristo (o que é verdade, pois somos a Sua Noiva),com o uso da palavra “toda” estaria Ele se referindo a todas as Igrejas locais, (e não só a Igreja de Corinto) posto que a Igreja de Cristo como “Noiva” é uma só, o que torna prejudicado o uso da palavra “toda”. (¿)

    Meu comentário sobre o tema:
    Não estaria o Apostolo Paulo, de forma simples e direta, apenas colocando ordem numa provável desordem social, que estava se estabelecendo na região, a partir das interpretações equivocadas por parte daqueles irmãos, sobre as pregações do próprio Apóstolo, cuja pregação do anuncio do Evangelho, centrava-se na regeneração do espírito humano nos proporcionando libertação da Lei e do pecado, transformando-nos em uma nova criatura, diante de Deus, permitindo-nos viver na “Liberdade com que Cristo nos libertou”, e que também:
    Deus não faz acepção de pessoas, e em Cristo todos somos iguais, não havendo mais servo, livre, Judeu, Grego, circuncisão ou incircuncisão, etc. ¿
    Penso que equívocos na interpretação destas questões estavam levando as Irmãs a descontinuar o uso do véu, justamente quando estavam no templo, ou seja: usavam o véu o tempo todo, pois era um sinal de respeito e submissão ao marido (ordem social), mas quando entravam no templo, despiam-se dele (véu) pois se sentiam livres e “iguais”, e agindo dessa forma comportavam-se do mesmo modo que as sacerdotisas dos templos de Afrodite. (isso com certeza já estava provocando ou certamente iria provocar um grande escândalo). O Evangelho nunca teve como proposta a subversão de questões morais, e sim de transformação, vida piedosa, submissão às autoridades constituídas, esperança e paz.
    ALEM DISSO, ainda havia na advertência de Paulo, a ênfase ao uso do véu como sendo “Sinal de poderio por causa dos anjos” (De que forma isso se encaixa na vossa interpretação ).

    Por favor meu irmão, minhas palavras não são para contestá-lo. Gostaria apenas de me aprofundar no entendimento deste tema ainda tão controverso no meio Cristão.

    Desde já lhe agradeço e aguardo pelos seus comentários.
    Deus o abençoe. – Elias Sants-SP

    • A graça e a paz Elias

      Fico feliz por seu comentário, e agradeço desde já sua participação no blog Palavras de Espirito e Vida. Querido irmão, vou procurar responder suas questões de maneira objetiva. porém, se ao fazê-lo, eu fugir de algum ponto questionado por você, escreva-me novamente, e ampliaremos o compartilhar desta palavra tão rica que o Senhor nos deixou através do apostolo Paulo. De igual modo, quero que você entenda as coisas que escreverei de forma fraternal e pacífica, de maneira nenhuma, desejo tocar em questões doutrinárias que porventura possam ser o norte da sua fé ou de quem ler este comentário.

      Respondendo a primeira pergunta: É certo que a igreja de Corinto era uma igreja problemática, e portanto, toda a primeira carta de aos corintios, trata de repreenssão. Os problemas desta igreja, evidentemente, eram problemas de ordem natural, entretanto, o natural só nos serve para entender o espiritual.

      O que precisamos buscar na palavra de Deus, é a aplicação espiritual de cada trecho, os fatos inerentes à realidade daquela época podem ainda perseverarem em nossa sociedade ou não, mas o que permanece daqueles fatos é a aplicação espiritual. E é isto que busco, a palavra de Deus também menciona que se alguém escandalizar com sua mão, que a corte e lance fora, viraremos manetas por este versículo? certamente que não, pois se fosse necessário cumprirmos esta palavra a risca, as muitas denominações seriam grandes aglomerados de manetas, ou caolhos. E não é esta a vontade de Deus. É certo que estes versos são de ordem espiritual, e precisamos nos prender as coisas do Espírito.

      O que Paulo falou no verso 5 do capitulo 11, para os corintios pôde até ter sido estritamente natural, mas não precisamos nos prender a procedimentos naturais, mas sim no que eles acrescentam para nós, indepentemente se somos gregos, africanos, japoneses, homens ou mulheres, precisamos nos deter no que edifica, e só as coisas do Espírito edificam, por isto, Jesus diz em João 6:63 “O espirito é que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos tenho dito são espírito e vida”

      Respondendo a pergunta 1.1: No tocante a palavra “Toda”, entendo que a igreja que o Senhor Jesus se referiu, não é uma igreja local, nem mesmo física; entendo que quando Paulo aplica a palavra “Toda”, ele o faz a mim e a você e todo que possui Cristo como modelo de sua vida. Estes são a igreja de Jesus. A igreja de Jesus não é uma instituição, nem esta ou aquela igreja; antes a igreja de Jesus sou eu, é você, e isto pode ser visto de maneira individual, por isto o uso da palavra “toda”, entretanto, precisamos um dos outros, e é por isto que nos reunimos, e louvamos a Jesus nas reuniões, orando uns pelos outros, compartilhando, ajudando, abençoando a vida de cada um segundo as suas necessidades, por isto, precisamos considerar a igreja corporativa (corpo de Cristo), esta sim, é uma só, mas quando me dirijo a alguns, eles também são igreja, porém individuais, é uma questão de entender se Paulo fala à igreja corporativa (igreja única), ou se fala para um pequeno grupo (igreja individual), como se fosse falar para mim ou para você, pois individualmente somos igreja de Jesus.

      Respondendo a questão do uso do véu: Querido irmão, aqui vai um declaração que pode provocar desavenças em quem crê diferente do vou escrever, e por isto, torno a dizer, não se ofenda se isto mexer com sua fé, este não é meu objetivo, no entanto, é sua pergunta, e não vou fugir a resposta.
      O que entendo é que: o véu é simplesmente um sinal de fidelidade ao marido, e que o cabelo fora dado em lugar do véu, assim sendo, precisaria alguma irmã de um véu físico para se mostrar fiel a Cristo? ou você é fiel a Cristo ou você não é, não será uma peça de de tecido que dirá que sou fiel a Cristo ou não, se isto for mesmo necessário, também o deverá ser a circuncisão, e o próprio Paulo, nos disse que circuncisão era os de coração, e não os que propriamente se circuncidam. Novamente, volto a questão espiritual e não natural.

      Querido irmão se houver maiores dúvidas estou pronto para respondê-las. Sem mais, um grande abraço e paz de Cristo.

  6. Irmão voce é muito inteligente, tem conhecimento naquilo que expressa alem de ter muito cuidado para nao ferir as pessoas naquilo que parece contradizer o pensamento delas.
    Gostaria que o irmao comentasse o verciculo 3 da mesma epistola e mesmo capitulo.

    • Graça e paz Nunes!
      Vamos comentar o verso 3 de 1ª Cor 11:
      “Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo”.
      Quando a palavra diz que Cristo é a cabeça de todo o homem, está dizendo que Ele é o guia de todo o ser criado (homem macho e fêmea), quando a palavra diz que o homem é a cabeça da mulher, está nos prevenindo que a mulher (igreja) é a guiada pelo cabeça homem, e neste ponto quero uma atenção especial, você ou alguém que ler isto, poderá dizer, mas a igreja é guiada por Cristo, eu sei, isto é o ideal, mas infelizmente não é assim que ocorre, e Deus sabe disto, tanto é verdade, que já vimos, tanto eu quanto você, várias igrejas tomando vários caminhos diversos ao caminho do Espírito, e fracassando ou até mesmo alcançando um sucesso extremo em número de fiéis e de arrecadação financeira, mas apesar deste tipo de sucesso, não é isto o que determina se uma igreja está na posição e função de esposa, o sucesso é, se realmente esta igreja leva seus membros a Cristo e a prática de sua verdade, e por isto a palavra já diz, que o homem é quem guia uma igreja, porque se este homem tiver Cristo como sua cabeça, essa igreja será de fato conduzida por Cristo. E quando o verso termina dizendo que Deus é a cabeça de Cristo, isto não tem outra intenção senão, apenas de lembrar ao homem que o próprio Cristo não faz nada por sua própria vontade, mas pela vontade de Deus.
      Quero lembra mais uma vez que este comentário não é, e nem tem a intenção de ser uma verdade absoluta, caso o mesmo não testifique no coração de quem o lê, tenha paz, aproveite o que é bom, e despreze o que é mal, antes de qualquer coisa, a intenção é produzir palavras de espírito e vida. Deus o abençoe ricamente.

  7. O uso do VÉU

    Segundo o dicionário Aurélio – Véu : 1- Tecido com que se cobre qualquer coisa. 2- Tecido transparente com que as mulheres cobriam a cabeça e/ou rosto. 3- Mantilha de freira. 4- O que serve para ocultar algum fato.

    A doutrina relacionada ao uso do véu pelas mulheres cristãs nas reuniões de oração e nos cultos de adoração e louvores a Deus possui base bíblica no Novo Testamento, na primeira carta do apóstolo Paulo à Igreja em I Corintios, no capítulo 11, versosg1 a 16:

    ‘… Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada. Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu…’ (versos 5 e 6).

    Infelizmente existem muitas pessoas que não estão interessadas na obediência dos mandamentos do Senhor Jesus Cristo conforme os textos bíblicos, e suscitam explicações sem fundamento para contradizer a palavra de Deus.

    Observa-se nitidamente que o mandamento de uso do véu não é porque os cabelos estão rapados, o texto bíblico demonstra que se a mulher não usar o véu é como se estivesse rapada, e conclui determinando que, se a mulher não se cobre com véu, que raspe então os cabelos, mas, se para mulher é indecente ou vergonhoso raspar o cabelo, cumpre-lhe tão somente usar o véu.

    “Nessa mesma conduta, mas afirmando o motivo do uso do véu, o Apóstolo Paulo por meio do verso 10 do mesmo texto bíblico descreve: ‘Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos”.

    Mas na intenção de colocar em dúvida a doutrina de uso do véu, existem ensinamentos dando conta de que o texto bíblico em referência tão somente afirma que o cabelo é dado em lugar do véu, e por isso, inexiste qualquer sentença do apóstolo Paulo no sentido de usar propriamente o véu.

    Da forma como os argumentos do apóstolo estão dispostos no texto bíblico, no mínimo acreditamos que ele não teria redigido uma carta para a Igreja tratando do uso de véu, e depois concluir que nada disso tem valor ou nada disso é preciso. Nunca se lê uma carta do fim para o começo. Mas, infelizmente, têm aqueles que lêem a Bíblia do final para o começo, e neste caso, lêem I Coríntios, capítulo 11 do verso 16 para o verso 01.

    Isso porque, é evidente que o Apóstolo não iria ordenar tão enfaticamente por meio dos versos 5 e 6, que as mulheres cristãs devem usar o véu, e depois concluir no verso 15 que o cabelo já é véu. Dessa forma, além de contrariar a sua própria argumentação em relação ao uso de véu, colocaria em crise o verso 04 (“todo homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra sua própria cabeça”), pois se cabelo é véu, os homens também estão de véu.

    Ora, se o apóstolo escreve: ‘cobrir a cabeça’, e se cabelos são o próprio véu, não precisaria cobrir, já estaria coberto; mas como cabelo é cabelo e, véu é véu, não há de se contrariar: ‘…que ponha o véu..’ (verso 6).

    Cremos dessa forma, que não existe contrariedade bíblica e que o apóstolo Paulo, sendo inspirado pelo Espírito Santo, jamais seria contraditório em seus ensinamentos. Por isso, preserva-se a doutrina do uso do véu pela mulher cristã.

    Sendo a Igreja em Corinto o tipo de Igreja, deveras carnal, houve ali muitos desvios dos princípios ensinados pelo Apóstolo Paulo. É nítido que os dons de línguas e profecia eram os mais abusados, existindo até mulheres que oravam e profetizavam sem o uso do véu e passaram a ter uma participação no culto, a qual não lhes fora ensinada, e com isso o estado emocional tomava o lugar da espiritualidade.

    Foi em função desses desvios, que Paulo teve necessidade de escrever-lhes uma carta tratando da autoridade, da ordem no culto, da Ceia do Senhor, do espírito mundano e, da unidade do corpo de Cristo. Isso para que os Coríntios voltassem a lembrar daquilo que verbalmente já se havia ensinado; inclusive o uso do véu pelas mulheres.

    Por outras razões o véu era parte importante dos costumes antigos, sendo usado também socialmente, mas a igreja não foi dado um costume, o costume social acabou, mas a Palavra de Deus continua e não recomenda uso social, e sim uso religioso, isto é, para a varoa orar e profetizar.

    Se as Escrituras deixa claro que é desobediência a mulher orar com a cabeça descoberta “sem o véu” está escrito, desonra sua própria cabeça; Se o marido é a cabeça da mulher então ela está desonrando a cabeça do marido, por isto não a mais respeito, nem a devida benevolência de um para com o outro, devido a desobediência das Escrituras.

    A Bíblia Sagrada nos fala de outros véus, como:
    O véu da separação – Êxodo 26: 31 a 37
    O véu do coração – II Corintios 3: 6-18-31
    O véu de Moisés – Êxodo 34: 33 a 35
    O véu de Rebeca – Gêneses 24: 65
    O véu de Tamar – Gêneses 38:14
    O amigo leitor observa que, cada véu tem o seu propósito. E o véu de I Corintios ensinado pelo apóstolo Paulo tem o propósito de ensinar como as mulheres devem apresentar-se na igreja.

    Por fim no versículo 16 Paulo esclarece: “Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem tampouco as igrejas de Deus.”

  8. Veja também o que diz o livro A ORDEM DE DEUS.
    “Mas o cabelo da mulher e´ o seu veu!”
    Outro argumento comumente usado para descartar o uso da cobertura é o versículo 15. Ali diz: “Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu”. Usando este versículo alguns argumentam que se a mulher tiver cabelo longo (e alguns que não precisa ser tão longo), então ela já estaria cumprindo esta passagem das Escrituras, pois seu cabelo funcionaria como um véu. Portanto, as mulheres não precisariam usar uma cobertura artificial para a cabeça por já terem uma cobertura proporcionada pelo cabelo.

    Todavia, se olharmos com mais atenção para esta passagem, veremos que são mencionadas duas coberturas. Paulo propositalmente usa duas palavras diferentes para distinguir as duas coisas. Infelizmente na maioria das traduções isto não está indicado, e por isso o leitor acaba concluindo, em sua sinceridade, que o cabelo é uma cobertura suficiente para a mulher. Mas a palavra usada no idioma original para “cobrir” nos versículos 4 a 6 é diferente da usada no versículo 15. No versículo 15 a palavra original é peribolaiou e indica o cabelo enrolado em torno da cabeça. Na linguagem moderna seria o equivalente a um penteado ou algo semelhante. Portanto, o cabelo da mulher é um véu (ou cobertura) de glória e beleza que a natureza lhe concedeu. Mas a palavra nos versículos 4 a 6, katakalupo, indica uma cobertura artificial para o cabelo, algo como um chapéu, lenço etc. Por isso fica bem claro que não existe fundamento para a ideia de que a mulher não precise colocar uma cobertura sobre a cabeça.

    Alguns argumentos são levantados por pessoas que querem fazer sua própria vontade, e acabam se mostrando ridículos quando tratados de maneira lógica. Esta ideia, em particular, de que a mulher pode deixar de trazer uma cobertura por esta já ser suprida pelo cabelo, é um exemplo disso. Se o cabelo é a cobertura da qual fala a passagem, então os homens também trariam por natureza uma cobertura, pois eles têm cabelo tanto quanto as mulheres! E se o cabelo é uma cobertura, como poderiam os irmãos orar e profetizar em obediência à Palavra de Deus, se estiverem impedidos de ministrar a Palavra com a cabeça coberta? (1 Co 11:4). Será que Paulo queria que todos os irmãos que ministram a Palavra na reunião tivessem a cabeça raspada? Certamente aqueles que usam de tais argumentos não creem ser assim. E se eles acreditam que o cabelo seja um véu, por que não raspam a cabeça? Não conhecemos um grupo sequer de cristãos que faça isso. Evidentemente, não é de cabelo natural que a passagem está tratando ao falar do véu.

  9. Desculpe – me
    Estamos falando de um capítulo cujo livro é uma carta que Paulo fez aos Coríntios. Acredito que o objetivo de Deus não é pôr dificuldades na leitura das escrituras a ponto de deixar tão complexa essa interpretação, nos fazendo tirar conclusões de sentidos figurados em cada palavra como ” a mulher representa a igreja” ou ” coberto representa vergonha”, sentidos figurados estão mais para apocalipse do que para uma carta objetiva feita para a Igreja.
    Acredito eu, que Paulo quis dizer sobre cabelo, ou o modo de se vestir na época. Como a tradição daquele povo na época era que, as mulheres usassem véu para orar, assim deveria ser feito.
    Para os tempos de hoje acredito que o cabelo é o véu da mulher, não necessitando ao homem fazer o mesmo, ao contrário, o cabelo grande para o homem a ponto de o tornar parecido com uma mulher é uma desonra para a cabeça,para a aparência.
    Mas Deus sonda os corações, e importa que a todos o adorem em espirito e em verdade, a nossa aparência diante Dele é julgada por ele e pelo Espirito Santo que nos incomoda especificamente e diferente em cada pessoa.

    Concluo esse assunto com os próprios versículos que vem depois disso

    Mas se alguém quiser fazer polêmica a esse respeito, nós não temos esse costume, nem as igrejas de Deus.

    Mas se alguém quiser fazer polêmica a esse respeito, nós não temos esse costume, nem as igrejas de Deus.

    Toda glória seja dada ao Pai, Senhor, Jesus Cristo que tem poder para julgar não só aquilo que mostramos ser, mas sim o nosso interior, tudo o que somos.

    • Amém irmão! Se sua intenção não é criar confusão, acredito que não se opõe aos que são de Cristo, quem não é contra nós, é por nós!

  10. Deus te abençoe irmão! que a cada dia você seja abençoado por Deus. Você é uma benção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: