Dorcas, a costureira de vestes espirituais


Imagem

Atos 9:39: “E, levantando-se Pedro, foi com eles; e quando chegou o levaram ao quarto alto, e todas as viúvas o rodearam, chorando e mostrando as túnicas e vestidos que Dorcas fizera quando estava com elas.”

Muito já se tem escrito e falado sobre Dorcas, e sempre se ressalta como centro da mensagem, as boas obras desta discípula de Jesus e o cuidado com a necessidade do próximo.

Mas o que desejo trazer para nossa meditação é algo mais.

Dorcas significa:  gazela ( provavelmente este nome faz alusão a beleza, e elegância do animal de mesmo nome, visto que Dorcas como pessoa, era alguém muito querida e amada por todos daquela localidade).

Dorcas era uma mulher notável (Atos 9: 36). Notável é uma qualidade que precisamos meditar para entender sua dimensão, quero adiantar que, essa condição de notável, nos interessa realmente o que se refere ao espiritual. Ela morava em Jope, cidade portuária, portanto não era uma cidade onde nada acontecia, pelo contrário, era uma cidade de “vai e vem” constantes, dado aos muitos embarques e desembarques dos navios que ali aportavam, (inclusive, esta  Jope, também é a mesma cidade para onde Jonas, o profeta, fugiu de diante da face do Senhor par não cumprir o desejo de Deus, e ali ele pagou a sua passagem e entrou em um navio). Para alguém ser notável em um lugar assim, realmente, precisa ser alguém muito importante. Dorcas era notável por suas obras e esmolas que fazia, ao se chegar em Jope, não era necessário muito tempo até que o visitante ouvisse falar do nome de Dorcas.

Mas apesar disto, não é as obras de Dorcas que a fazem tão importante a ponto de ser mencionada na Bíblia e nem o valor social de seus feitos. O que realmente a destaca é cunho espiritual de sua obra. PRESTE ATENÇÃO NISTO: Ela não costurava uma roupa qualquer, ela costurava túnicas e vestidos.

O que são espiritualmente estas túnicas e vestidos? A respeito de túnicas  existem muitas referencias na Bíblia acerca do uso da túnica e do vestido, em muitos textos, há a indicação de túnicas como peças internas e em outras de túnicas  como peças externas, bem como, o mesmo ocorre com a palavra vestido, tanto pode ser entendida como uma peça externa como uma peça usada por baixo da túnica.  Como nosso objetivo não é fazermos um estudo sobre qual peça de roupa é o que, para fins de  nossa meditação vamos adotar o vestido como sendo a  roupa “de baixo” e  a túnica como sendo a  roupa “externa”. Portanto, vestidos representarão  nossas vestes íntimas, pessoais, internas, que só nós mesmos e Deus conhecemos, Em Apocalipse 19 : 8 diz “Foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, resplandecente e puro, O linho fino são os atos de justiça dos santos“. Portanto, os vestidos são nossos atos em nosso íntimo, que só mesmo nós sabemos o que realmente queremos fazer, e não o que queremos que os outros pensem que fazemos, ou que desejamos.  Esse é o real significado espiritual de vestidos. Muitas vezes chegamos a pensar que somos capazes de esconder até mesmo de Deus os pensamentos reais que temos sobre uma ou outra situação, mas não se engane, isto não é possível,  Jeremias 17:10 diz: “Eu o Senhor, esquadrinho o coração, e provo a mente, e isto para dar a cada um, segundo os seus caminhos, e segundo fruto das suas ações”.

O que realmente pensamos, ou que realmente fazemos, ou que realmente desejamos, isto sim, são nossos vestidos espirituais, e estes são contempladas pelo Senhor. Talvez nunca tenhamos pensado sobre isto… como será que estamos vestidos aos olhos de Deus?

A túnica como roupa externa, que pode ser vista pelos outros, normalmente são muito bonitas, muito sóbrias e politicamente corretas. Esta colocada por sobre o vestido, chama a atenção de quem nos observa, e com isto, disfarça como realmente  estamos vestidos intimamente. Mas aos olhos de Deus ela é vista da mesma maneira que o vestido, ou seja, ela representa os nossos atos em relação aos outros, no que dispensamos, falamos ou fazemos para os que nos rodeiam.

Lembro-me de uma passagem: 2º Crônicas 28 :15 “Os homens que foram designados nominalmente se levantaram, tomaram os presos, e vestiram do despojo a todos os que dentre eles estavam nus. Vestiram-nos, e os calçaram e lhes deram de comer e de beber. A todos os que estavam fracos levaram sobre jumentos e os trouxeram a Jericó, a cidade da palmeiras, a seus irmãos. Depois voltaram para Samaria” Este trecho fala de um tempo em que Israel estava em guerra civil, e portanto, dividido em dois reinos, o reino de Israel, e o reino de Judá. Nos dias em que Acaz veio a reinar sobre Judá, Ele fez tudo que era errado aos olhos do Senhor, e portanto, foi entregue na mão de seus inimigos, (sírios e Israelitas), Nesta ocasião, os filhos de Israel se levantaram e mataram a muitos dos homens de Judá, e o fizeram com tanta raiva, que  chegou  até aos céus, com isto, Deus se irou contra os filhos de Israel, e usando de um  profeta, os advertiu para que não mantivessem consigo os prisioneiros de Judá, antes os restituísse condição de dignidade e os liberassem.

Estes mesmo não servindo ao Senhor, temeram o Deus todo poderoso, e se arrependeram, e com isto começaram a prover, vestes, calçados, comida, bebida e  transporte aos filhos de Judá, para que voltassem para sua terra.

Será que estamos costurando vestes espirituais para nossos irmãos, ou estamos despindo-lhes?

Agora conhecedores da importância real de Dorcas, será que temos sido Dorcas em nossa casa? ou mesmo na igreja que congregamos?

Isto é muito sério irmãos, podemos estar perdendo nosso tempo, nos enganando a nós mesmos. Deus não se deixa enganar. Deus está vendo o que realmente vestimos.

Será que Deus pode nos chamar de notáveis como se referiu em sua palavra a respeito de Dorcas?

Oh Senhor Jesus!  Tenha misericórdia de nós! perdoe-nos por agirmos sem conhecimento… Ensina-nos a ser verdadeiramente Dorcas.

Anúncios